CANARINA:

Principal

Quem somos?

Testemunhos

Perguntas

Contato

Jornais

O mundo

DEMOS

Clientes

Preço

Catálogo

 

DESCAR:

DESCAR

Aplicações

Vantagens

Importar

Algoritmos

Dados I

Dados II

Funções

Gráfico I

Gráfico II

Google maps

Termoclina

Media

SIG

3D e 2D

 

Wikipedia:

Pol. I

Pol. II

Pol. III

Pol. IV

Pol. V

Pol. VI

Pol. VII

Pol. VIII

Pol. IX

Pol. X

Pol. XI

 

Poluição VIII · software · poluição das águas dos rios

                                      

Aplicações 3: poluição nas águas e Hg · poluição águas superficiais · poluição das águas fluviais · tipos de poluição marinha · poluição nas águas · poluição das águas subterrâneas · poluição águas consequencias · poluição das águas dos rios


Águas residuárias podem conter altos níveis de nutrientes como nitrogênio e fósforo. A emissão em excesso destes pode levar ao acúmulo de nutrientes, fenômeno chamado de eutrofização, que encoraja o crescimento excessivo (chamado bloom) de algas e cianobactérias (algas azuis). A maior parte destas algas acaba morrendo, porém a decomposição das mesmas por bactérias remove oxigênio da água e a maioria dos peixes morrem. Além disso, algumas espécies de algas produzem toxinas que contaminam as fontes de água potável (as chamadas cianotoxinas).


Há diferentes processos para remoção de nitrogênio e fósforo:


* A Desnitrificação requer condições anóxicas (ausência de oxigênio) para que as comunidades biológicas apropriadas se formem. A desnitrificação é facilitada por um grande número de bactérias. Métodos de filtragem em areia, lagoa de polimento, etc. pode reduzir a quantidade de nitrogênio. O sistema de lodo ativado, se bem projetado, também pode reduzir significante parte do nitrogênio.
* A Remoção de fósforo, que pode ser feita por precipitação química, geralmente com sais de ferro (ex. cloreto férrico) ou alumínio (ex. sulfato de alumínio). O lodo químico resultante é difícil de tratar e o uso dos produtos químicos torna-se caro. Apesar disso, a remoção química de fósforo requer equipamentos muito menores que os usados por remoção biológica.

Desinfecção


A desinfecção das águas residuais tratadas objetiva a remoção dos organismos patogênicos. O método de cloração também tem contribuído significativamente na redução de odores em estações de tratamento de esgoto. Revelou-se entre os processos artificiais o de menor custo e de elevado grau de eficiência em relação a outros processos como a ozonização que é bastante dispendiosa e a radiação ultra-violeta que não é aplicável a qualquer situação.

Esgoto é o termo usado para as águas que, após a utilização humana, apresentam as suas características naturais alteradas. Conforme o uso predominante: comercial, industrial ou doméstico essas águas apresentarão características diferentes e são genéricamente designadas de esgoto, ou águas servidas.

A devolução das águas residuais ao meio ambiente deverá prever, se necessário, o seu tratamento, seguido do lançamento adequado no corpo receptor que pode ser um rio , um lago ou no mar através de um emissário submarino.

As águas residuais podem ser transportadas por tubulações diretamente aos rios, lagos , lagunas ou mares ou levado às estações de tratamento, e depois de tratado, devolvido aos cursos d'água.
 

 

 

           (ar)                (ruído)           (electromagnetica)

 

 

 

poluição das águas dos rios

 

                                                

Canarina Software Ambiental

Software para empresas de consultoria ambiental

Santa Cruz de Tenerife, Ilhas Canárias, Espanha

e-mail: contato

 

  

European Union · network on Pollution

Member of MAPO: European network on Marine Pollution

 

 

 

       

 

     português:

 

castellano:     italiano:     

 français:   deutsch:     

 

english:  

 

castellano: DIS CUS DES  RAD   english: DIS CUS DES RAD  

 

deutsch: DIS CUS  DES  RAD   português: DIS CUS  RAD  

 

italiano:   DIS CUS  DES RAD français:  DIS CUS DES RAD